jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019

Caixa lança campanha de renegociação de dívidas com descontos de até 90%

Ação abrange três milhões de clientes com débitos em atraso há mais de um ano.

Gustavo Soares Direito Bancário, Advogado
há 3 meses

A Caixa Econômica Federal lançou, nesta terça-feira (28), uma campanha de renegociação de dívidas de pessoas físicas e jurídicas. A iniciativa Você no Azul pode alcançar até três milhões de clientes com débitos em atraso há mais de um ano. Os descontos para regularizar a situação variam entre 40% e 90% para pagamentos à vista, dependendo do tipo de operação de crédito.

A campanha abrange cerca de 2,6 milhões de clientes pessoas físicas, dos quais 92% poderão quitar as dívidas à vista por valores inferiores a R$ 2 mil, e 320 mil pessoas jurídicas — em 65% dos casos, podem pagar à vista desembolsando até R$ 5 mil.

— Um dos nossos principais objetivos é resgatar o poder de compra e parcelamento dos clientes, adequar seus compromissos à sua realidade financeira, e possibilitar que possam tomar novo crédito no mercado, com a exclusão da restrição em seu cadastro — disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Ação por tempo limitado

A ação estará vigente por 90 dias em todo o território nacional, e os clientes poderão receber atendimento por meio do site da campanha, pelo telefone 0800-726-8068 (opção 8), nas redes sociais da Caixa no Facebook , Twitter e agências do banco em todo o Brasil.

Para ampliar os canais de atendimento, algumas cidades receberão os Caminhões Você no Azul, agências móveis que realizarão atendimento em grandes cidades. Os clientes também poderão ser contatados por empresas de recuperação de crédito, contratadas pela Caixa, além de SMS, e outras formas de comunicação para divulgar as alternativas de negociação disponíveis.

Fonte: NSCtotal

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Vale também para financiamento FIES via Caixa Economica? continuar lendo

Sim. Todavia, o consumidor inadimplente precisa consultar a Caixa para verificar se foi contemplado na campanha. continuar lendo